Um dos mais respeitados concursos de Startup chega ao Brasil.

kaszekeditor
21 June 2016

G-Startup São Paulo, 24 de agosto de 2016, WTC Event Center.

Realizado em outras sete cidades pelo mundo, como Tel-Aviv, Beijing, Tokyo, Jakarta, Taipei e Bangalore, o G-Startup será realizado pela primeira vez no Brasil durante o GMIC – Global Mobile International Conference, no dia 24 de agosto e a expectativa pela vencedora brasileira é grande.

Sob o olhar de investidores do mundo todo, os dez projetos mais promissores irão apresentar suas ideias para uma plateia de investidores e empresários. O mais inovador receberá um investimento de 50 mil dólares, três dias de imersão no Google’s headquarters, e uma vaga na disputa internacional do G-Startup WorldWide, que reúne os finalistas das outras edições no Vale do Silício. A ganhadora da fase final fatura 300 mil dólares em investimento.

A avaliação ficará por conta de especialistas, como Anderson Thees da RedPoint Ventures, Carlos Sena da e.Bricks Ventures, Patrick Airppol  da DGF Investimentos, Nico Berman da KaszeK Ventures, Carlos Kokron da Qualcomm Ventures, In Hsieh fundador de diversas startups e investidor anjo e Felipe Matos Sócio fundador da Startupfarm.

Expectativa pelo Brasil no exterior

Ganhadora da edição de Tel Aviv deste ano, a Feelter, startup que fomenta o comércio eletrônico de seus clientes por meio de conteúdo e SEO, aguarda o anúncio da ganhadora da edição brasileira para disputar a fase final no Vale do Silício.  Para o vice-presidente da Feelter, Saar Székely, “a exposição que a competição dá para startup já vale a pena todo esforço, pois o feedback e as sugestões que recebemos dos mentores e juízes são muito significativos para o negócio. E, sem dúvida, para nós, participar do G-Startup Worldwide foi uma oportunidade para estabelecer relacionamento entre novos clientes, investidores, inclusive, no extremo-oriente para, assim, estender a nossa rede para além dos EUA, ir para Israel, por exemplo” conta.

Oportunidade à vista

Ainda que muitos setores do comércio e da indústria do Brasil amarguem sucessivas quedas nas vendas, as startups de tecnologia brasileiras multiplicam seu número de clientes e de investidores interessados em ganhos de longo prazo. Só no primeiro trimestre deste ano, o setor faturou R$ 9,75 bilhões em comércio eletrônico no Brasil, com um aumento de 7% do tíquete médio, ficando em R$ 399 ante os R$ 373 anteriores, de acordo com o E-bit/Buscapé.

Aliás, os celulares são os preferidos do e-commerce no país, sendo responsável por 19% das compras no país e respondendo por 81% do total das compras feitas a partir de dispositivos móveis, segundo a pesquisa Cenário do Mobile Commerce de 2016.

Grande responsável por este movimento positivo do setor, o número de startups no Brasil, ao final de 2015, era de 4.151, um crescimento de 18,5% quando comparado ao primeiro semestre do mesmo ano. Entre os mercados mais explorados são os de aplicativos e comércio eletrônico, sendo a maioria voltados a oferecer produtos e serviços para outras empresas. Um dos jurados da competição do G-Startup Worldwide e diretor da Redpoint eventures Anderson Thees, lembra que os setores de comércio eletrônico e web têm crescido mais de 20% ano-sobre-ano. E o investimento de capital de risco na América Latina têm crescido mais de 800% desde 2010, totalizando mais de 650 milhões dólares. Só o Brasil, captou cerca de 150 milhões de dólares no último ano.

Contudo, quando o assunto é mobilidade corporativa, não restam dúvidas que o Brasil ainda tem muito a aprender. Afinal, a mentalidade brasileira segue a proposta de replicar o website para o mobile e, assim, as possibilidades de negócio desta plataforma acabam sendo ignoradas. “É para aproveitar essas oportunidades e fomentar o relacionamento entre novos negócios e investidores, que o GMIC promoverá a competição entre startups, G-Startup WorldWide” conta o gerente de projetos da GMIC São Paulo, Marlon Luft.

A Revolução dos Bichos  

Outra aposta do evento é que o Brasil fomente o desenvolvimento da primeira startup com valor de mercado acima de 1 Bilhão de dólares. No mundo do empreendedorismo, dragões, coelhos, dinossauros e até baratas são classificações populares, mas é o unicórnio – startups privadas de tecnologia que valham US$ 1 bilhão ou mais – é o sonho de consumo de todo empreendedor.

Agenda:
Quando: 24 de agosto de 2016, das 08h às 20h
Local: WTC Events Center em São Paulo – Av. das Nações Unidas, 12551, Brooklin Novo, São Paulo – SP, CEP 04578-903
Como: As inscrições estão disponíveis pelo site: http://saopaulo.thegmic.com/

Sobre o GMIC São Paulo:

O Global Mobile Internet Conference (GMIC) é um programa internacional de conferências que explora o impacto na sociedade causado pelas tecnologias mobile. O evento aborda as oportunidades de negócio no mercado móvel em oito cidades pelo mundo, de forma holística, como parte do ecossistema internacional. O evento é uma oportunidade para líderes da indústria mobile compartilharem ideias, fomentarem negócios e futuramente desenvolverem atuação internacional.

Links:

G-Startup português http://saopaulo.thegmic.com/pt-br/
Apply: https://www.f6s.com/g-startupworldwideatgmicsaopaulo/apply
G-Startup worldwide: http://g-startup.com/